Desmascarando a hipocrisia: passeata antimanicomial percorre ruas de BH e cidades de Minas

No dia 18 de maio, uma multidão foi às ruas de várias cidades de Minas Gerais para os atos do Dia da Luta Antimanicomial. Neste ano, em Belo Horizonte, no evento organizado pelo Fórum Mineiro de Saúde Mental, Associação dos Usuários de Serviços de Saúde Mental – MG (ASSUSSAM) e Rede Nacional Internúcleos da Luta Antimanicomial (Renila), o tema foi “Desmascarando a hipocrisia: Loucura é verso e liberdade, poesia!”, com um samba de mesmo nome para compor a trilha sonora da campanha. Na passeata, cartazes e gritos de ordem pela “Reforma Psiquiátrica Antimanicomial”, “Manicômios nunca mais”, “Loucura não se prende”, dentre outros. O Conselho Estadual de Saúde de Minas Gerais (CES-MG) compareceu no ato, representado pela vice-presidenta, Lourdes Machado e pela 1ª secretária, Gláucia de Fátima Batista.

A passeata na capital teve início na Praça Afonso Arinos e contou com a presença de diversos serviços da Saúde Mental de Belo Horizonte. Ao longo da passeata, o cortejo protestou em frente ao Conselho Regional de Medicina (CRM). A indicação de representação da entidade para assumir a pasta da Saúde em Belo Horizonte gerou protestos de diversas entidades e coletivos. Ao final do ato, o cortejo se reuniu em frente à Secretaria Municipal de Saúde da capital, com a leitura de uma carta manifesto contra a indicação do CRM ao SUS-BH e posicionamentos alinhados com ideias negacionistas deste Conselho.

Em 2022, a Luta Antimanicomial estará no centro dos holofotes com a realização da V Conferência Estadual de Saúde Mental de Minas Gerais (V CESM-MG), reunindo 1.200 delegadas e delegados, o maior evento sobre o tema em Minas Gerais, com o tema: “A Política de Saúde Mental como Direito: pela defesa do cuidado em liberdade, rumo a avanços e garantia dos serviços da atenção psicossocial no SUS”.

273 total views, 2 views today

1 comentário em “Desmascarando a hipocrisia: passeata antimanicomial percorre ruas de BH e cidades de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Accessibility