Solenidade destaca os 76 anos de história da ESP-MG na formação em Saúde Pública

A cerimônia contou com a participação de servidoras e servidoras da instituição, em momento de reconhecimento à historia e ao comprometimento com a qualificação em Saúde e defesa do SUS

O presidente do Conselho Estadual de Saúde de Minas Gerais, Ederson Alves da Silva, participou na manhã de quinta-feira (23/6), da solenidade em comemoração aos 76 anos da Escola de Saúde Pública de Minas Gerais (ESP-MG), ao lado da diretora Mara Guarino Tanure; do secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti; do secretário de Estado Adjunto de Saúde, André Luiz Moreira dos Anjos; e de dezenas de servidoras e servidoras da instituição.

Em sua fala Ederson fez questão de destacar o papel de resistência da ESP-MG, papel este pertencente às trabalhadoras e aos trabalhadores do estado de Minas Gerais, referência em Saúde. Ele ainda relembrou a sua própria trajetória junto à escola iniciada em 2012, com a construção de uma proposta para o Curso de Qualificação para o Controle Social de Belo Horizonte, que foi considerado um exemplo para o país e, mais tarde, cursando uma especialização. “Eu também faço parte da escola, me especializei em Direito Sanitário. O mais importante é a referência que a escola se tornou. Precisamos investir na escola que fortalece o SUS e é do povo mineiro. A organização do Curso de Qualificação para o Controle Social foi a primeira ação efetivada pela Mesa Diretora e Câmara Técnica de Educação Permanente do CES-MG, em 2016, ano em que foi concretizada a turma piloto, que culminou com a efetivação do curso em 2017”.

Ederson Alves, Mara Tanure, Fábio Baccheretti e André Luiz Moreira

Mara destacou a grandeza de instituições como a ESP-MG e a determinação de trabalhadoras e trabalhadores, alunas e alunos, e parcerias. “A história da ESP é a história do Sistema Único de Saúde (SUS) de Minas Gerais, uma escola forte, que tem histórico de luta”, enfatizou.

André Luiz falou da importância de servidoras e servidores aguerridos da instituição, relembrando o período em que colaborou na estruturação administrativa da escola, ajudando em sua autonomia.

O secretário Fábio Baccheretti também falou de sua passagem como aluno da ESP-MG, ressaltou seu exemplo de sucesso na formação ampla e multidisciplinar na saúde e acrescentou que a SES-MG tem trabalhado para o crescimento da escola. “De nada adianta criarmos políticas públicas se não haver o nivelamento do conhecimento na ponta”, finalizou.

A solenidade contou ainda com a mesa: “Construção coletiva de ações e saberes no SUS: a rede e as parcerias interinstitucionais para a formação”, seguida de uma ambientação na feirinha de desapego.

43 total views, 1 views today

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Accessibility