Presidenta do CES-MG compõe a mesa de abertura do Seminário Estadual da Política de Saúde Integral da População Negra e Quilombola

Superintendência de Atenção Primária/Diretoria de Promoção da Saúde e Políticas de Equidade da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) realizou, nesta quinta-feira (19/10), o Seminário Estadual da Política de Saúde Integral da População Negra e Quilombola. O seminário ocorre após o lançamento da Política Estadual de Saúde Integral da População Negra e Quilombola, publicado em 2022. O evento contou com apresentações sobre a violência contra pessoas negras e quilombolas e a atual situação da saúde pública e ações afirmativas no país.

A presidenta do Conselho Estadual de Saúde de Minas Gerais (CES-MG), Lourdes Machado, compôs a mesa de abertura e destacou a representatividade das pessoas que completavam a mesa, com entidades e trabalhadores de saúde. Lourdes falou também das propostas e diretrizes que saíram de Conferências de Saúde que destacam o menor acesso aos serviços de saúde para pessoas negras e quilombolas, e falou sobre a necessidade de um orçamento maior. “Precisamos de financiamento para que essas ações aconteçam e de forma potente. Precisamos também de estudos, pois além dos agravos da saúde física, também temos agravos na saúde mental. O racismo causa isso”, destacou.

A Superintendente de Atenção Primária à Saúde, Camila Helen de Almeida, representou o secretário de Estado de Saúde Fábio Bacheretti e destacou o seminário como um momento de celebração do compromisso de Minas Gerais com políticas públicas que atendam pessoas negras e quilombolas. Camila, que liderou a equipe que publicou a política, salientou que agora existe um orçamento para a realização das ações que integram a política, com indicadores, metas e formas de monitoramento. “É o primeiro passo para começarmos a implementar, acompanhar a política e evolução e provar a necessidade de mais financiamento para continuarmos avançando”, disse.

343 total views, 1 views today

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Accessibility