Vice-presidenta do CES-MG participa de encontro regional sobre Vigilância em Saúde, Assistência Farmacêutica, Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde

A vice-presidenta do Conselho Estadual de Saúde de Minas Gerais (CES-MG), Lourdes Machado, participou do Encontro Regional Integra, preparatórios ao 9º Simpósio Nacional de Ciência e Tecnologia e Assistência Farmacêutica. O objetivo é estabelecer uma rede intersetorial, integrada, de lideranças capazes de atuar colaborativamente para a defesa do desenvolvimento da ciência, das políticas públicas, da soberania nacional e do controle social da saúde.

O projeto, que está na 2ª fase, está ocorrendo entre os meses de abril e junho, em Belém, Belo Horizonte, Fortaleza, Rio Branco, Goiânia, São Luiz e Florianópolis, e é direcionado para conselheiras e conselheiros de Saúde, profissionais de saúde, gestoras e gestores, pesquisadoras e pesquisadores, estudantes, independente da participação ou não na 1ª fase.

Em sua fala, Lourdes destacou a importância do controle social, do processo histórico e democrático da defesa do Sistema Único de Saúde (SUS). “O SUS não foi feito nos gabinetes, mas das lutas populares, e são nas lutas que nós estamos vamos continuar a defendê-lo”, enfatizou. Dentre as temáticas debatidas estão a Vigilância em Saúde; Assistência Farmacêutica; Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde, todas políticas debatidas e aprovadas no Conselho Nacional de Saúde e precedidas por conferências temáticas.

1ª fase

Na 1ª fase do projeto foi realizado o curso de capacitação de lideranças para mais de 700 pessoas, de todos os estados brasileiros. O curso de 40 horas foi realizado on-line na plataforma E-farma.

Os participantes construíram projetos de intervenção locais, após diagnóstico e identificação de problemas, visando o fortalecimento local das políticas. O projeto de intervenção foi construído ao longo das oito semanas do curso, com apoio on-line de tutor, e em encontros síncronos semanais.

Com isso, vem sendo possível dar continuidade ao projeto para contribuir na definição dos rumos da Saúde Pública por meio dos conselhos, conferências e movimentos sociais, qualificando o SUS em todos os seus campos de atenção e assistência à saúde visando sua consolidação, propõe-se a realização de atividades de grande abrangência social.

189 total views, 2 views today

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Accessibility