Plenário referenda primeira mulher presidenta do CES-MG

Lourdes Machado, representante do segmento trabalhadora e trabalhadores, passa a ocupar a cadeira da presidência do CES-MG. Os demais cargos da Mesa Diretora passaram por uma reorganização, inclusive com a eleição de novo representante de usuárias e usuários

O plenário do Conselho Estadual de Saúde de Minas Gerais (CES-MG) referendou na 579º reunião ordinária, realizada no dia 14 de fevereiro, a conselheira Lourdes Machado (CRP-MG), representante de trabalhadoras e trabalhadores, que passa a ocupar a presidência do órgão. É a primeira vez que uma mulher ocupa o cargo em quase 32 anos.  A composição da Mesa Diretora, eleita para o biênio 2022/2024, passou por uma reorganização depois que o então presidente, Ederson Alves, renunciou ao mandato como conselheiro. Para ocupar a vaga do segmento usuário foi eleito o conselheiro Rubens Silvério (FAMEMG).

Lourdes agradeceu a confiança do plenário e reforçou que o trabalho será pautado pela busca do consenso entre os segmentos. “Espero contar com a colaboração de conselheiras e conselheiros, para continuar o processo de avanço do Controle Social de Minas Gerais, sempre na defesa do Sistema Único de Saúde (SUS) 100% público, estatal e de qualidade”. A nova presidenta agradeceu ao Ederson por todo apoio, ao aprendizado, postura ética e pela parceria constante nos anos de Mesa Diretora do CES-MG e deu boas-vindas ao conselheiro Rubens Silvério. 

Ederson parabenizou às conselheiras e conselheiros que formaram a nova composição da Mesa Diretora, ressaltando a alegria pela eleição do conselheiro Rubens e a satisfação de ver a presidência referendada pelo plenário, afirmando que a escolha da Lourdes vai contribuir devido a sua bagagem de conhecimento, dedicação e ética. “Acho que essa é uma conquista do Controle Social de Minas Gerais no dia 14 de março de 2022” – data em que um usuário foi eleito pela primeira vez presidente do CES-MG. O ex-presidente agradeceu pelo aprendizado e disse que o Controle Social é uma troca de experiências. “Para dar certo é preciso trabalhar de forma coletiva, saber escutar e dialogar, sempre defendendo o SUS”, disse.

O conselheiro Rubens, eleito 1º diretor de Comunicação e Informação do SUS, também agradeceu pela confiança e espera contar com apoio e parceria para realizar um trabalho de fortalecimento do Controle Social. “Espero que juntos possamos colaborar nesse processo de organização, fazendo um Controle Social autêntico e verdadeiro em defesa da vida e da saúde”.

Pedro Cunha (CNBB), que passa a ocupar a vice-presidência, reforçou a parceria com a nova Mesa Diretora e destacou a necessidade de que o conselho chegue às usuárias e aos usuários do SUS. “Precisamos mandar a mensagem do Conselho e avançar no processo de Comunicação”.

Já Erli Rodrigues (MORHAN) disse que ocupando o cargo de secretário-geral pretende manter a defesa do SUS 100% público e disse estar honrado e fortalecido em trabalhar ao lado de mais mulheres na Mesa Diretora nessa fase histórica em que a sociedade civil ocupou a presidência do CES-MG e agora segue com uma trabalhadora no comando. “Espero que esse grupo faça o Conselho funcionar e funcionar bem”.

Gláucia de Fátima Batista (CRESS-MG), que segue como 1ª secretária na Mesa Diretora, também sublinhou a importância de ter mais mulheres influindo nos trabalhos do CES-MG e na defesa do SUS. “Vamos caminhar nessa conjuntura que promete mais avanços para a classe trabalhadora da qual fazemos parte”.

A 2ª diretora de Comunicação e Informação do SUS, Maria Alves (FETAEMG), disse estar feliz em fazer parte do CES-MG em um momento tão importante como este em que um usuário estava no comando do Conselho em seu processo de emancipação e do trabalho histórico conduzido pelo Ederson. Além disso, a 2ª diretora ressaltou a diversidade da composição da Mesa, com a representação de mais mulheres, de pessoas negras, pessoas do campo e da cidade. “Com isso vemos que estamos avançando de verdade”, comemora.

Os cargos de 2ª e 3ª secretaria da Mesa Diretora devem ser ocupados pelo segmento de gestão, prestadoras e prestadores. De acordo com a assessora de Parcerias da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, Elisa Paschoal, os nomes para as vagas devem ser regularizados até a próxima semana.

Composição da Mesa Diretora para o biênio 2022/2024

Presidenta: Lourdes Machado – trabalhadora (Conselho Regional de Psicologia de Minas Gerais – CRP-MG)

Vice-presidente: Pedro Cunha – usuário (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB)

Secretário-geral: Erli Rodrigues – usuário (Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase – MORHAN)

1° Secretaria: Gláucia Batista – Trabalhadora (Conselho Regional de Serviço Social de Minas Gerais – CRESS-MG)

2° secretaria: indicação gestão/ prestadora e prestador

3° Secretaria: indicação gestão/prestadora e prestador

1° Diretor de Comunicação e Informação em Saúde: Rubens Silvério – usuário (Federação das Associações de Moradores do Estado de Minas Gerais – FAMEMG)

2° Diretoria de Comunicação e Informação em Saúde: Maria Alves de Souza – usuária (Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Minas Gerais – FETAEMG)

Assista à reunião completa.

603 total views, 1 views today

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Accessibility