CESMG participa do #AbraceoSofia

Na manhã de hoje, Dia Internacional da Mulher, aconteceu o ato #AbraceoSofia, promovido pelo Conselho Municipal de Saúde de Belo Horizonte em defesa da maior maternidade do país em número de partos (11 mil ao ano), o Hospital Sofia Feldman.

A unidade é 100% SUS, filantrópica, e está sofrendo as consequências das irregularDSC_0069idades nos repasses de recursos nos últimos anos. O Conselho Estadual de Saúde de Minas Gerais (CESMG) representado por conselheiras, pelo vice-presidente Ederson Alves (CUT-MG) e pelo 2º secretário Renato Barros (SindSaúde), apoiou a iniciativa. “Precisamos reavaliar a política hospitalar em todas as unidades públicas do Estado. Para isso, começaremos a analisar a atual formatação do Pro-Hosp, programa do governo estadual que visa incentivar a melhoria dos hospitais que prestam serviços ao SUS”, declarou Ederson.
O prefeito da capital mineira, Alexandre Kalil, esteve no local para anunciar o repasse imediato de R$ 5 milhões para socorrer as demandas mais urgentes no atendimento à população. Segundo ele, é uma solução paliativa para evitar problemas sérios nos próximos meses, mas ainda é necessário buscar uma solução definitiva não só para o Sofia, mas para os demais hospitais públicos do município. Kalil antecipou que está agendada uma reunião no próximo dia 15, na Câmara de Deputados em Brasília, com a única pauta sobre este assunto. Ele também ressaltou que, no caso do Sofia, são atendidos cerca de 100 municípios no Estado, não somente pacientes da capital, o que precisa ser discutido. Mas, afirmou: “Nenhum hospital vai fechar em Belo Horizonte na minha gestão”.

Veja mais fotos do evento na fanpage: http://bit.ly/2fhuAVf

 

 

1,676 total views, 1 views today

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Accessibility