Nota popular em defesa dos profissionais da categoria de enfermagem

O Conselho Estadual de Saúde de Minas Gerais apoia a luta dos profissionais de enfermagem. Confira nota do Sindicato dos Enfermeiros de Minas Gerais:

Nós, voluntários, dirigentes, militantes de entidades, movimentos sociais e sindicais, vimos apresentar nosso repúdio e indignação em relação a liminar concedida pela Justiça Federal de Brasília , provocada por ação movida pelo Conselho Federal de Medicina. A liminar suspende a possibilidade de Enfermeiras e Enfermeiros em requisitarem consultas e exames complementares na atenção básica, segundo o argumento de que essas atividades seriam exclusivas dos profissionais médicos.

Respeitamos os médicos, principalmente aqueles que estão atuando nos serviços de saúde e que agem profissionalmente atendendo as usuárias e os usuários da saúde pública ou privada. Nas várias regiões de Minas, parte desses profissionais tem entendido a medicina como algo lucrativo e como um negócio que se vende ao mercado.

Nosso respeito não nos deixa ficar calados diante dessa visão segmentada e corporativista contra aquelas e aqueles que estão efetivamente na atenção integral na Estratégia de Saúde da Família, e demais unidades de saúde, nas equipes de NASF e atenção domiciliar, onde raramente se encontra um médico.

Quem no nosso cotidiano está presente e promovendo ações gerais em nosso apoio terapêutico, de cuidados integrais e de ações de amparo e reabilitação são os enfermeiros que estão sempre articulados e trabalhando junto com as demais categorias de profissionais da saúde, inclusive os médicos.

Somos, além de solidários aos enfermeiros e enfermeiras, favoráveis a que essa liminar absurda e desnecessária seja revogada, pois sabemos que existem profissionais médicos e médicas que também não concordam com essa medida abrupta que só colabora com a desintegração das equipes multiprofissionais.

A população não aguenta mais esses pacotes de maldades que podemos entender como uma extensão do golpe que o país está vivendo e exigem além da revogação, maior compromisso das entidades médicas com o efetivo processo de defesa do SUS e da integralidade na assistência.

Sindicato dos Enfermeiros de Minas Gerais

Atualização do caso: http://dev-susconecta.pantheonsite.io/2017/10/trf-derruba-liminar-que-impedia-enfermeiros-de-requisitar-exames/ 

74 Total de visualizações, 1 Visualizações hoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação de segurança *